Conheça os tipos de aparelhos dentários

Posted on

Conheça os tipos de Aparelhos Dentários

Aparelho dentário fixo convencional

A ortodontia fixa é geralmente a mais utilizada. Permite um controlo maior do plano de tratamento por parte do dentista e esse controlo aumenta a sua eficácia.
Este tipo de aparelho convencional é fixo aos dentes com substâncias adesivas adequadas. O aparelho dentário fixo convencional é composto por bandas, fios, brakets e elásticos. A peça colada no dente é chamada de bracket e é através deste elemento que o ortodontista aplica a força. Os aparelhos fixos são apertados mensalmente pelo dentista. Através desta força suave, os dentes vão gradualmente para a posição correta. Este tipo de aparelho é geralmente feito de metal leve. O aço inoxidável é muito utilizado nos aparelhos dentários devido à biocompatibilidade e resistência.
O tratamento demora em média um ou dois anos dependendo da gravidade do problema ortodôntico. A assiduidade do paciente nas consultas de controlo determina e contribui para o sucesso do tratamento.

Aparelho dentário fixo estético

O aparelho estético tem a mesma função que o aparelho dentário convencional de metal corrigir dentes tortos e desalinhados. A procura de aparelhos estéticos tem aumentado nos últimos anos. Os pacientes querem corrigir a má formação sem esquecer a estética e a sua aparência. É fabricado em 3 tipos de materiais:

  • Policarbonatos: são compostos de material acrílico e a sua aparência é mais discreta. Tem um custo mais acessível em comparação com os outros aparelhos estéticos. No entanto não tem grande resistência e os brackets podem quebrar ou descolar com mais frequência. Por outro lado a cor do aparelho pode sofrer alterações com a absorção de pigmentos. Esta alteração de cor depende da alimentação e dos hábitos dos pacientes;
  • Cerâmica: Devido às características do material não sofre alterações de cor e é bastante resistente. Existe menor atrito nos brackets e o fio comporta-se de forma mais eficaz. Tem um custo mais elevado do que o anterior aparelho dentário estético;
  • Safira: Os brackets de estes aparelhos são translúcidos. Não sofrem alterações de cor e raramente descolam ou quebram. O resultado estético é bastante agradável porque apenas se vê o fio ortodôntico.

Aparelho dentário removível de contenção

O aparelho dentário de contenção removível é geralmente aconselhado a crianças com ou sem dentição definitiva com o objetivo de modificar o crescimento. É muito eficaz em crianças até aos 12 anos de idade. Este tipo de aparelho removível é também aconselhado a jovens com ligeiro desalinhamento dentário. Muitas vezes é utilizado como complemento final do tratamento de ortodontia fixa. Tal como o nome indica são removíveis, podem ser retirados para as refeições e para higienizar.

O aparelho dentário de contenção removível é composto por uma base em acrílico ou material plástico e metal que vai encaixar nos dentes. É geralmente utilizado durante alguns meses depois do tratamento ortodôntico fixo e serve para conter os dentes. São usados com o objetivo de prevenir que os dentes voltem à posição inicial. O osso do maxilar, os lábios, a língua e a face precisam de se adaptar à recente posição dos dentes. Este tipo de aparelho dentário é geralmente usado durante alguns meses após o tratamento de ortodontia. O objetivo é o de manter os dentes na posição ideal conseguida através do tratamento. Se for modificado pode servir para evitar que uma criança chuche no dedo. Os vários tipos de aparelhos removíveis têm diferentes finalidades; estimulam o crescimento ósseo no caso dos aparelhos ortopédicos, as placas ortodônticas movimentam os dentes e os de contenção ajudam a manter os resultados.

Expansor Palatino.

O expansor palatino é um aparelho dentário fixo cujo objetivo é alargar o arco do maxilar superior. Trata-se de uma placa de plástico que se encaixa junto ao céu-da-boca.

A dimensão dos dentes do maxilar superior deve ser maior do que a arcada do maxilar inferior de forma a encaixarem corretamente e a permitir uma oclusão normal. Para corrigir essa mordida incorreta, geralmente a mordida cruzada, utilizam-se os expansores dos maxilares. São também conhecidos por disjuntores.
Os fatores que influenciam o estreitar do céu-da-boca são principalmente os problemas respiratórios, o chuchar no dedo, o perder dentes de leite precocemente ou ao contrário, o manter dentes de leite por tempo considerado superior ao normal. Pessoas com lábio leporino ou fissuras palatinas tem geralmente o maxilar estreito.
A idade mais indicada para tratar este problema é entre os 10 e os 15 anos. Os tratamentos são mais eficazes e o desconforto é menor. No entanto, pacientes com idade superior podem também ser tratados com sucesso. A resistência dos ossos aumenta com o passar dos anos assim como a complexidade e o sucesso do tratamento ortodôntico.
Existem vários tipos de aparelhos para expandir os dentes do céu-da-boca. A colocação deste aparelho é um processo simples e eficaz