O perigo do fumo na saúde bucal

Posted on

Adultos que são fumantes ativos são quatro vezes mais propensos a terem má condição de saúde bucal do que aqueles que nunca fumaram e duas vezes mais propensos a terem três ou mais problemas de saúde bucal, segundo um novo relatório publicado pelo Centro Nacional de Estatística em Saúde, parte dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

O relatório “Fumo e Saúde Bucal em Adultos com Dentes com idade entre 18-64 anos” afirma que os fumantes ativos não apresentam apenas estado de saúde bucal mais insatisfatório e mais problemas de saúde bucal do que ex-fumantes e aqueles que nunca fumaram; eles também são menos propensos a visitar um profissional da saúde bucal ao experimentar um problema bucal por não terem condições financeiras de pagar pelo tratamento odontológico.

O relatório destaca achados do Inquérito Nacional de Saúde (NHIS) de 2008, que examinou as diferenças entre fumantes ativos, ex-fumantes e pessoas que nunca fumaram com idades entre 18 e 64 anos em termos de condição de saúde bucal, número de problemas de saúde bucal e a utilização dos serviços odontológicos.

Os achados principais do relatório incluem:

  • Fumantes ativos (16%) foram duas vezes mais propensos que ex-fumantes (8%) e quatro vezes mais propensos que pessoas que nunca fumaram (4%) a ter má condição de saúde bucal.
  • Fumantes ativos (35%) foram quase uma vez e meia mais propensos que ex-fumantes (24%) e mais que duas vezes mais propensos que pessoas que nunca fumaram (16%) a ter três ou mais problemas de saúde bucal.
  • Fumantes ativos (19%) foram cerca de duas vezes mais propensos que ex-fumantes (9%) e pessoas que nunca fumaram (10%) a não ter visitado o dentista por mais de cinco anos ou nunca ter ido ao dentista.
  • O custo foi a razão pela qual a maioria dos adultos com problemas de saúde bucal nunca visitaram o dentista nos últimos seis meses; 56% dos fumantes ativos , 36% dos ex-fumantes e 35% dos que nunca fumaram não podiam arcar com os custos do tratamento ou não tinham seguro.

“As evidências de associação entre o uso de tabaco e doenças bucais foram claramente demonstradas em todos os relatórios do Surgeon General sobre tabaco desde 1964. O uso de tabaco é um fator de risco para câncer bucal, doença periodontal e cárie dentária, entre outras doenças. Os problemas de saúde bucal podem ser sinais de alerta precoces de outros problemas de saúde como diabetes, HIV, doença cardíaca ou derrame. A boa saúde bucal é fundamental para a boa saúde geral”.www.cdc.gov

O relatório completo (em inglês) está disponível online em www.cdc.gov e também pode ser baixado como documento no formato PDF.